Alison Mira decide, JEC vence o Tubarão e abre vantagem no G4 da Série D

JEC vence o São Caetano no sufoco e volta ao G4 do grupo A8
21 de outubro de 2020
Brasil festeja 30 anos do último título mundial de Ayrton Senna
9 de janeiro de 2021

Slide

Nesta tarde de sábado (24), o Joinville entrou em campo pela 9ª rodada da Série D e dormirá líder do grupo A8. Em Tubarão (SC), no Estádio Domingos Silveira Gonzales, venceu a equipe da casa pelo placar de 1 a 0, derrubando também o tabu de não vencer fora de casa no torneio.

Com 12 desfalques para o duelo, o técnico Fabinho Santos foi obrigado a remendar a equipe titular contra o Peixe. Renan Castro, Davi Lopes e Chrystian foram diagnosticados com Covid-19 e estão em quarentena.

Diego, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e Jaques, com uma lesão muscular, se somaram à extensa lista do departamento médico. Com isso, Kadu, Braga, Adriano e Charles voltaram ao time titular.

O jogo

Nessa circunstância, o Coelho demorou para entrar no jogo. A equipe que tomou as ações do primeiro tempo foi o Peixe. Em pelo menos cinco oportunidades, o Tubarão chegou com perigo à meta de Dalberson. Se não fosse o goleiro Tricolor, a equipe teria ido para o intervalo em desvantagem.

Aos 36, Kendy e Gleydson obrigaram o jovem goleiro a trabalhar duas vezes em sequência, garantindo o zero no placar. Aos 43, o JEC até chegou a marcar o gol com Braga, mas a arbitragem assinalou impedimento de Charles no lance.

Após a conversa no vestiário, o Joinville foi uma outra equipe. Com a marcação adiantada, o Tricolor não sofreu mais sustos e até a metade da segunda etapa, já havia assustado três vezes.

Aos 10, Lucas de Sá cobrou falta da entrada da área e obrigou o goleiro Guilherme Boer a espalmar junto à trave para escanteio. Aos 12 e 23, Edson Ratinho e Charles também tiveram boas chances, mas finalizaram para fora.

Quando o jogo havia diminuído de ritmo e parecia se encaminhar para um empate sem gols, aos 45, Romarinho lutou pela bola no meio campo e lançou Kaynan, que entrou dentro da área e cruzou para Alison Mira. O artilheiro da Série D dominou e finalizou para marcar o sétimo gol dele na competição.

Líder parcial

Sem chances para reação, o JEC administrou os poucos minutos restantes e garantiu os três pontos na tabela, que resultaram em liderança parcial da chave, com 15 pontos. O Tubarão ficou com 5 pontos, na 7ª colocação, e dificilmente brigará por vaga na próxima fase.

A rodada terá ainda as outras três partidas. O JEC poderá ser ultrapassado pelo Novorizontino, que também está com 15 pontos, e o Pelotas, que enfrenta o São Caetano. O time gaúcho tem 12 pontos e passará o Tricolor dependendo do saldo de gols.

Sábado (24)

18h – São Caetano x Pelotas

Domingo (25)

15h – Caxias x Marcílio Dias
17h – São Luiz x Novorizontino

Próximos Compromissos

O JEC terá mais um duelo longe de casa na 10ª rodada. Na serra gaúcha, o Tricolor enfrenta o Caxias (RS), no sábado (31), às 15 horas. No mesmo dia, às 16 horas, o Tubarão viaja até Itajaí (SC), onde enfrenta o Marcílio Dias. 

Ficha Técnica

Gol: Alison Mira, aos 45’/2T (JEC).

Tubarão: Guilherme Boer, Ramires (Carlos Eduardo), Vitor, Vinícius Kuerten, Anderson; Eduardo Meurer, Alex Nemetz, Vico (Kassio Nathan); Gleydson, Aslen (Pablo), Kendy (Régis).

JEC: Dalberson, Renan Guedes, Charles, Fernando, Kadu; Braga (Romarinho), Caio Mello, Lucas de Sá; Edson Ratinho, Adriano (Kaynan), Alison Mira.

Texto: Beto Bett
Fotos: Vitor Forcellini/JEC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *